Por que as geladeiras suam? Entenda as causas!

Eis que você vai até a cozinha buscar água e se depara com uma espécie de suor logo na porta de sua geladeira. Mas será que é possível uma geladeira suar?

A resposta é: sim! Embora seja um fato no mínimo estranho, não é incomum nos depararmos com a nossa geladeira suando. No entanto, apresentado esse fenômeno, é preciso que avaliemos as causas que estão por detrás desta problemática para encontrarmos as soluções mais eficientes.

Como compreendemos a dificuldade de encontrar o motivo do suor deste eletrodoméstico, no post a seguir elencamos as principais causas que estimulam o vazamento de sua geladeira.

5 possíveis causas da sudação externa das geladeiras

Quando uma geladeira começa a suar na parte externa, há uma série de fatores que estão como causas desse suor. Fatores esses, que podem estar ligados ao excesso de umidade do ar e até mesmo a vedação incorreta da borracha magnética lateral da porta do eletrodoméstico.

Porém, é possível ainda que as causas desse suor sejam problemas internos de difícil resolução, principalmente para um público leigo, o que necessitará de uma ajuda profissional para a manutenção.

Sendo assim, confira a seguir a nossa lista de possíveis causas capazes de proporcionarem o suor de sua geladeira.

Vamos lá!

  1. A borracha não está vedando e agora?

Sabe aquela borracha que veda a porta da geladeira, impedindo que a mesma fique constantemente aberta? Por certo, essa borracha magnética pode ter sofrido um ressecamento natural, ou estar rasgada, o que pode ser a causa do suor externo de sua geladeira.

Assim, se perceber rachaduras e ressecamentos na borracha magnética, será preciso trocá-la para que o suor pare.

Contudo, se o problema for um dos casos citados acima, a solução é simples, basta realizar a troca da borracha. Troca essa se for possível, visto que existe alguns modelos, onde a borracha é colada, impossibilitando assim, a troca da mesma.

Após a troca e o ajuste correto, você vai perceber que a borracha voltará a vedar normalmente e, consequentemente, a sua geladeira não irá mais suar.

  1. Umidade do ar elevada: suor em excesso

Quando o tempo está mais ameno, principalmente em dias invernais, é perfeitamente normal perceber o suor na parte externa da geladeira. Isto se deve ao fato da alta umidade do ar.

Nesse caso, não há muito o que fazer. O recomendado, é que você seque o eletrodoméstico com um pano seco e macio para não riscá-lo. Além disso, reposicione o termostato no mínimo para buscar o equilíbrio da temperatura.

  1. Problemas no termostato: temperatura em desequilíbrio

Um outro fator que se mostra como possível causa do suor de sua geladeira, é um defeito no termostato, aquele dispositivo interno que mantém estável a temperatura do eletrodoméstico.

Primeiramente, cheque o regulador de temperatura para averiguar se o medidor não foi alterado sem querer, ocasionado o congelamento de seus alimentos e, consequentemente, o suor da geladeira.

No entanto, ao constatar a normalidade do medidor de temperatura, o problema pode estar no termostato ou no controlador eletrônico. Nesse caso, a manutenção não é tão simples como se pensa e por ser um problema elétrico, recomendamos o auxílio de um profissional especializado.

  1. Armazenamento indevido de alimentos quentes

Uma outra causa muito comum na sudação da geladeira, é o armazenamento constante de alimentos quentes. Quando o fazemos, o compressor opera com maior frequência, gastando mais energia.

Além disso, alimentos muito quentes e com muita água tendem a produzir umidade em excesso, o que pode corroborar à formação de suor na parte interna e até mesmo na parte externa do refrigerador. Ademais, alimentos reservados ainda quentes tendem a mudar as correntes de ar do refrigerador, de modo que o ar quente tende a subir e o frio a descer, prejudicando a funcionalidade do equipamento.

Para resolver este problema é simples, antes de guardar qualquer alimento em sua geladeira, busque esperar o resfriamento do mesmo, assim você garante que a sua geladeira não sofrerá sudação.

  1. Ausência ou deficiência de isolamento térmico

O isolamento térmico é importante para as geladeiras, uma vez que dificulta que a temperatura do refrigerador se dissipe. Quando há deterioração ou falha do isolamento térmico do refrigerador, pode ocorrer suor nesse local.

Deste modo, o suor externo da sua geladeira pode ser um efeito direto da deficiência do isolamento térmico, o que pode levar a baixas da temperatura das paredes do refrigerador, gerando condensação.

Neste caso, é importante localizar e substituir o isolamento térmico do eletrodoméstico, caso seja possível. Para isso, busque ajuda de um profissional especializado.

Gostou do post de hoje? Para mais conteúdos como esse, acompanhe o nosso blog. Aqui, postamos com frequência dicas essenciais para te auxiliar na resolução dos problemas típicos de eletrodomésticos.

Não se esqueça de acessar a nossa loja MGParts. Lá, você encontra você encontra um catálogo completo de peças para fazer a manutenção de sua geladeira com eficiência e qualidade. Venha conferir!

Deixe um comentário