Coisas que você não deve usar em seu micro-ondas

Ele é um dos utensílios mais funcionais e queridos de toda cozinha, facilita nossa vida de uma maneira incrível, mas precisa ser usado com sabedoria, pois também pode causar alguns acidentes e até intoxicações. Vale a pena conferir o que não colocar em seu micro-ondas para garantir segurança em sua cozinha e também para sua saúde.

Como funciona o micro-ondas e porque há coisas que não podemos por nele?

Como o nome sugere, o micro-ondas trabalha com ondas de de calor que modificam a forma molecular da água, dos açúcares e gorduras. Essas ondas de calor são geradas pelo Magnetron, um componente que transforma a energia elétrica em ondas de calor, de em média 2.45 Ghz.

Essas ondas de calor atingem os alimentos posicionados no prato refratário do centro, que fica girando para oferecer um aquecimento mais uniforme.

Essa descrição pode ir mais além, e inclusive temos um post completo aqui em nosso blog explicando como funciona o micro-ondas e a sua anatomia.

O mais importante para entender o que não se pode por no micro-ondas é pensar que alguns tipos de materiais reagem à frequência de onda emitidas pelo micro-ondas, e outras ainda acabam as bloqueando. Esses tipos de reações podem causar contaminações, incêndios, explosões, odores desagradáveis e até mesmo danificar seu aparelho.

o que não esquentar no microondas

Quais materiais não levar ao micro-ondas

Agora que entendemos detalhes das reações que podem acontecer em contato com as ondas de calor do micro-ondas, há alguns materiais que devem ser evitados por questões de segurança na cozinha:

– Certos tipos de plásticos

Ftalos, o BPA (Bisfenol A) e a Dioxina são componentes que, sob calor, podem ser liberados da composição de alguns tipos de plásticos e entrar em contato com a comida. Seu consumo no dia a dia pode estar associado com problemas endocrinológicos, má formação fetal, problemas reprodutivos e podem estar até relacionados com o desenvolvimento de certos tipos de cânceres.

Além disso, alguns plásticos podem acabar se entortado com o calor, derreterem ou mesmo pegarem fogo.

Para evitar esses tipo de acidentes, utilize apenas plásticos com o símbolo de micro-ondas ao fundo, isso indica que foram preparados para o ambiente no micro-ondas e não oferecem risco de contaminação.

– Metais

Evite todos os tipos de metais, alumínios, detalhes metalizados, ligas e afins. O metal é um poderoso condutor, por isso acaba superaquecendo, podendo causar incêndios, explosões e danos internos ao próprio funcionamento do eletrodoméstico.

Se você utilizou metais no aquecimento e tem percebido que o micro-ondas não está aquecendo, é importante buscar suporte técnico profissional para avaliar o aparelho.

Mesmo pequenos detalhes decorativos em ligas metálicas podem ser o suficiente para causar acidentes, como aros e alças. Se seu alimento estiver protegido com uma marmita de alumínio, transfira a comida para um prato na hora de aquecer.

– Pano e papel

Os papéis e panos de cozinha são materiais simples e facilmente incendiáveis. Evite qualquer tipo de embalagem, das sacolas aos pacotes de papel de mercados. O único papel mais adequado para ser levado ao micro-ondas é aquele absorvente, que muitas pessoas utilizam para evitar espirros e gordura dentro do aparelho.

Mas mesmo esse tipo de papel deve ser usado com cuidado, evite colocar um tempo muito longo ao aquecer algo que tenha papel. O ideal é ir aquecendo o alimentos aos poucos, especialmente aqueles que acumulam muita gordura ou líquido e precisam de um papel absorvente.

– Isopor

O isopor libera estireno, que é potencialmente cancerígeno, além de afetar o sistema endocrinológico

– Alguns tipos de vidros e cristais

Vidros e cristais muito delicados ou peças de vidro reciclado podem ter reações com o calor do aparelho e acabarem explodindo. Escolha sempre vidros refratários, produzidos especialmente para a cozinha.

– Alguns vegetais com casca

A casca é uma espécie de embalagem natural, e geralmente são ótimas em acumular calor. E quando muito calor fica acumulado, a tendência é uma explosão, não é? Batatas, uvas, tomates e outros tipos vão acumular facilmente e podem acabar causando uma belíssima sujeira no aparelho.

Se você já teve alguma surpresa com explosões de um alimento que não se pode por no micro-ondas, confira nosso post com dicas sobre como limpar o micro-ondas.

– Madeiras

Maior parte das madeiras acaba ficando ressecada e rachada com o calor do micro-ondas, ou até mesmo soltando tinta e contaminando o alimento.

Capa dicas de segurança o que não colocar no microondas

Dicas para usar seu micro-ondas com segurança

Outras dicas importantes que vale a pena ter em mente:

– Jamais ligue o aparelho sem nada dentro. Cruzar as ondas de calor pode danificar o aparelho.

– Ao apresentar qualquer tipo de barulho incomum ou variação de potência, suspenda o uso imediatamente.

– O ideal é usar seu micro-ondas apenas para aquecer alimentos, com raras exceções, como bolsas térmicas. Produtos não-alimentícios podem causar contaminações ou mesmo deixar cheiros ruins impregnados no aparelho.

Se você já aqueceu algo e ficou com esse problema, aqui em nosso blog você encontra dicas para tirar cheiros do micro-ondas de maneira prática.

– Evite manter o micro-ondas próximo de outros aparelhos que operam liberando calor, como geladeiras e fogões, por questões de segurança na cozinha e também para evitar danos externos ao aparelho.

– Não deixe outros objetos eletrônicos próximos das emissões de ondas do aparelho, especialmente celulares. Eles podem causar efeitos inesperados e potencialmente perigosos.

Gostou das nossas dicas? no blog da MGParts você encontra as melhores dicas para aprender sobre seus eletrônicos, como cuidar e identificar problemas sem dores de cabeça. Para mais dicas, basta seguir nosso blog e nos encontrar nas redes sociais, estamos sempre com conteúdos atualizados sobre vários temas relacionados!

Deixe um comentário